Jornal da Record: Entrevista para o portal R7


Entrevista da Dra. Marielle Brito para o portal da rede Record R7 sobre o caso da assessora parlamentar do Congresso Nacional que teve um vídeo com cenas de sexo que vazou na internet, matéria veiculada em 24/07/2012.

http://noticias.r7.com/brasil/noticias/suspeito-de-vazar-video-da-furacao-do-congresso-pode-ser-preso-20120724.html

Suspeito de vazar vídeo da “Furacão” do Congresso pode ser preso

Denise Rocha deve processar ex-namorado por divulgar cenas de sexo na internet

Maria Carolina Lopes, do R7 Brasília publicado em 24/07/2012 às 16h01

O suspeito de vazar o vídeo com cenas de sexo da assessora parlamentar Denise Rocha pode pegar de três meses a um ano de prisão, além de pagar uma indenização para a loira. Denise tem sido chamada em Brasília de “Furacão” da CPI, já que costumava frequentar as sessões da CPI do Cachoeira.

É que apesar de o Brasil não ter uma legislação específica sobre crimes na internet, a exposição pública do vídeo íntimo pode se enquadrar, pelo Código Penal, no crime de difamação, que prevê a pena.

A advogada Marielle Brito, que atua na capital do País, explica que o autor do vídeo pode ter que indenizar Denise, além de ser alvo de ação penal.

— Ela pode pedir reparação pelos danos morais sofridos em um valor que achar suficiente para reparar seu dano.

O valor pode ser ainda maior se Denise realmente for demitida do Senado, onde trabalha como assessora parlamentar do senador Ciro Nogueira. Mas isso só ocorrerá após uma condenação na Justiça, explica a advogada.

— Ela também pode pedir danos materiais pelos lucros cessantes, incluindo o montante da soma dos salários que ela receberia até o final do mandato do senador, em que o emprego estava supostamente garantido.

De acordo com a advogada, o fato de a loira saber que estava sendo filmada não minimiza o crime de divulgar o vídeo.

http://noticias.r7.com/brasil/noticias/suspeito-de-vazar-video-da-furacao-do-congresso-pode-ser-preso-20120724.html

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Faça o seu comentário